domingo, 25 de novembro de 2007

Momento de Poesia - "A Incontinência"

“Não sejas maltrapilha!”

Diz a gota prá virilha

Escorrendo pelo pénis

Do pobre incontinente

Que, molhado, descontente

De calça repleta de urina

Exclama: “Oh Marina!

Esqueci a fralda na gaveta!”

“Bem feita, seu jarreta!”

Riposta Marina, comovida

Exibindo-se, atrevida

À janela de seu quarto

2 comentários:

Xuxu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo39 disse...

Foi com certeza um momento de grande inspiração aquele em que escreveste este sublime poema. Um dia publicas uma compilação numa editora conhecida