sábado, 21 de maio de 2011

Ainda cá estou

Estamos todos, pelo menos a maioria, fora aqueles que morreram por acidente ou por infelicidade; ou os dois.

Hoje o mundo iria acabar. Certo, falta meia hora para o final do dia e a destruição pode estar a alguns minutos. Como se destruirá o mundo em meia hora parece-me difícil. Como resposta, uma série de pessoas extremamente sérias vem-me explicar as complexidades inerentes ao processo.

Pelos vistos nós não percebemos a data. O mundo não ia acabar hoje; o fim do mundo simplesmente começa hoje. Seguem-se 5 meses de destruição e de morte e de todas essas coisas, e só então, em Outubro, dia 21, aí sim, agora é que é, o mundo irá acabar. Mas quem sou eu para estar a dizer estas coisas? Dê-se espaço aos especialistas:

By God’s grace and tremendous mercy, He is giving us advanced warning as to what He is about to do. On Judgment Day, May 21st, 2011, this 5-month period of horrible torment will begin for all the inhabitants of the earth. It will be on May 21st that God will raise up all the dead that have ever died from their graves.

Deus, na sua misericórdia infinita, decidiu que em vez de acabar com o mundo já, assim a quente e sem mais nem menos, vai dar-nos 5 meses de sofrimento horrendo e só depois disso acabar com o mundo. Porque ele é bom para nós. Percebem?

Ficam avisados. Eu prometo por minha honra que aqui virei ao blog no dia 22 de Outubro para vos avisar que Deus mudou de ideias.



1 comentário:

Mary Salt disse...

Portanto Ele em 5 meses vai começar um programa de reinserção social para zombies. É atencioso esse Senhor.