sábado, 24 de setembro de 2011

O Zombie Literário


Hoje é o último dia deste blog; ou, pelo menos, da sua existência actual. Cheguei à conclusão, sem mais nem menos (não me peçam justificações: sou jovem, estou na idade da impulsividade), que esta é uma excelente altura para terminar o blog. Curioso, não é?

Além de estar ocupado, percebi que não há grande razão para continuar a publicar coisas pela Internet. Escrevo para mim; sempre o fiz, e se alguma vez aqui defendi o contrário fiquem desde já sabendo que vos estava a enganar na altura. Daí que estar a mostrá-las ao mundo traz poucas ou nenhumas vantagens. Não me interpretem como um piegas, estou a ser sincero.

No entanto, o blog não será varrido desse conceito parvo a que chamam “blogosfera”: ele aqui fica, qual zombie literário, entre a vida e a morte, e disposto a comer os cérebros daqueles que, por acidente ou de propósito, cá vierem parar. Tudo o que foi publicado durante estes últimos anos cá vai continuar no limbo, aberto a qualquer visitante e curioso.

Será isto definitivo? Olhe, não lhe sei dizer. É definitivo até eu mudar de ideias; que tal?

Um grande abraço de agradecimento do Autor aos Leitores, vocês aí, desse lado do ecrã.

Cumprimentos à família,
Renato Rocha

3 comentários:

Anónimo disse...

É uma pena, para mim, leitor (pouco assíduo mas leitor de qualquer maneira), mas acho bem, desde que continues a produzir, escrevendo, pensando ou gravando ou qualquer que seja o plano em que o fazes Pode ser que ainda te leia mais, mesmo que decidas não voltar a publicar aqui.

Anónimo disse...

O importante é fazermos o que queremos,enquanto isso fizer sentido e nos der prazer.
Continuação de novos projectos e novas ideias.
Felicidades.
Clarisse.

Francisco Fachadas disse...

Digo - te que é um excelente blogue , realmente é uma pena como diz ali o nosso amigo anónimo.
Gostei muito do blogue e não me interpretes como um piegas haha , abraço !